Sharon apresentará plano gradual de retirada de Gaza

A versão revisada do plano unilateral de "desengajamento" do primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, possui quatro etapas, substituindo uma proposta de retirada da Faixa de Gaza em apenas um estágio, informou uma fonte do alto escalão do governo israelense.Sharon deverá apresentar a nova fórmula a seu gabinete de ministros durante uma reunião prevista para amanhã. Ele pretende levar o assunto a debate no gabinete na reunião ordinária de domingo, prosseguiu a fonte, que se recusou a entrar em detalhes sobre os estágios.Versões divulgadas pela imprensa israelense dão conta que o processo começaria com o esvaziamento de três ou quatro assentamentos judaicos isolados na Faixa de Gaza. O processo teria seqüência com remoção de outras colônias judaicas, um reposicionamento militar e o esvaziamento de quatro pequenos assentamentos no norte da faixa litorânea.A ordem do processo e o conteúdo exato das etapas são desconhecidos. Também não foi revelado o cronograma da proposta, mas acredita-se que a duração do processo será longa.Sharon prometeu concluir a construção de uma barreira de segurança na Cisjordânia antes de iniciar qualquer ação de retirada. A conclusão da barreira - denunciada pelos palestinos como roubo de terras - está a cerca de um ano de sua conclusão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.