Sharon aprova ofensiva militar ampla em Gaza

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, autorizou a realização de uma operação militar em larga escala no norte da Faixa de Gaza após uma reunião com assessores, disse uma autoridade israelense. O plano, que tem o objetivo de pôr fim aos ataques palestinos com foguetes, ainda requer a aprovação do gabinete de segurança do governo. Mais cedo, o ministro da Defesa, Shaul Mofaz, havia proposto uma ofensiva sem data para acabar. A campanha deverá centrar-se no campo de refugiados de Jebaliya e na cidade de Beit Hanoun.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.