Sharon dá seqüência ao plano de retirada de Gaza

O primeiro-ministro irsraelense Ariel Sharon prometeu nesta quinta-feira dar prosseguimento ao plano de retirada da Faixa de Gaza, apesar da forte resistência de seu partido, o Likud. Sharon tentará criar ?uma coalizão forte e estável?, mesmo com a decisão do Likud, nesta quarta-feira, de não unir forças ao Partido Trabalhista, de centro-esquerda.Como teve a proposta de retirada das forças e colonos israelenses de Gaza e quatro assentamentos cisjordanos, até setembro de 2005, rejeitada por seus tradicionais simpatizantes de linha dura, Sharon iniciou as negociações com os trabalhistas. Eles assegurariam a Sharon a maioria necessária para a aceitação do plano no Gabinete e no parlamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.