Sharon dissolve gabinete de segurança

Um porta-voz do primeiro-ministro israelense Ariel Sharon anunciou hoje a dissolução de um gabinete especial para a segurança, do qual também faziam parte os trabalhistas Shimon Peres e Benyamin Ben-Elizer, ministros do Exterior e da Defesa, respectivamente.A decisão do premier gerou mal-estar no Partido Trabalhista, que perdeu assim um foro no qual tinha maioria.O deputado trabalhista Ophir Pines exortou Sharon a reconsiderar a decisão, e ameaçou retirar o partido da coalizão governista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.