Sharon diz estar pronto para se defender se Iraque atacar

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, disse neste domingo ser reduzida a ameaça de umeventual ataque do Iraque ao Estado judeu no caso de uma ofensiva militar liderada pelos Estados Unidos, mas ressaltou que seu governo apóia os soldados norte-americanos e está "pronto e preparado" para se defender.Um dia antes, o ministro da Defesa de Israel, Shaul Mofaz, disse que o país retaliaria se fosse atacado - uma resposta diferente da de 1991, quando o governo de Tel-Aviv foi dissuadido de atacar o Iraque após um ataque de Bagdá commísseis Scud."Israel saberá como se defender", disse Sharon em visita ao norte do país. "Não estamos sozinho no front. Os norte-americanos fizeram grandes esforços e estão trabalhando para evitar a possibilidade de um ataque contra Israel. Mas, seformos atacados, saberemos como responder."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.