Sharon diz que ação militar será longa

O premier israelense Ariel Sharon disse que as "operações militares" lançadas especialmente contra o quartel genral de Yasser Arafat em Ramallah "durarão pelo menos algumas semanas", segundo a rádio pública de Israel. "As operações militares em curso durarão semanas e nós realizaremos operações de grande amplitude sem precedentes", disse Sharon, segundo a rádio. "O objetivo é quebrar as forças das organizações terroristas palestinas", agregou o premier. A rádio afirmou que as declarações de Sharon foram dadas por telefone a autoridades municipais que se dirigiram ao hotel de Netanya, cenário do atentado suicida de quarta-feira quando 22 israelenses morreram. Sharon disse que "a união do povo israelense é vital em vista às pressões que serão exercidas sobre Israel".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.