Sharon diz que há "nuvens de guerra" no Oriente Médio

O primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, disse hoje que "nuvens de guerra" estão lançando uma sombra sobre o Oriente Médio, em referência a um possível ataque dos EUA contra o Iraque. "Nuvens de guerra estão ensombrecendo nossa região. Espero que elas não nos alcancem. Mas devemos saber que, se atacado, Israel protegerá seus cidadãos", disse o premier a soldados em uma base militar do sul do país.Ministros israelenses têm dito que qualquer ataque iraquiano contra o Estado judeu em resposta a campanha americana causará uma represália por parte de Israel. A pedido dos EUA, no entanto, funcionários israelenses tentam atenuar tal posição. O Exército do Iraque lançou 39 mísseis Scud contra Israel durante a Guerra do Golfo de 1991, causando danos em edifícios de Tel Aviv, mas poucas baixas. O Estado judeu não respondeu aquele ataque obedecendo um pedido de Washington, que temia à época perder o apoio do mundo árabe contra Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.