Sharon diz que Israel não atacará palestinos sem provocação

Israel não realizará ações contra palestinos se persistir a situação atual de calma e não houver provocação, disse nesta quinta-feira o primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon. No entanto, o país irá agir se tiver alguma informação sobre planos de ataque. Desde a morte do líder palestino Yasser Arafat, no dia 11 de novembro, o número de embates violentos entre as partes teve um declínio acentuado.Sharon e o dirigente palestino interino, Mahmoud Abbas, têm afirmado que buscam a reabertura das negociações de paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.