Sharon diz que vai desmantelar assentamentos ilegais

Israel aliviou hoje restrições deviagens para alguns palestinos e o primeiro-ministro israelense,Ariel Sharon, disse que irá, provavelmente, desmantelar em brevepostos avançados de assentamentos ilegais, no momento em que oslíderes dos dois lados se prepararam para uma reunião de cúpulacom o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, visando pôrfim a 32 meses de violência no Oriente Médio. Líderes palestinos também continuaram tentando hoje conseguirque grupos militantes responsáveis por centenas de ataquesmortais contra israelenses aceitem um acordo de cessar-fogo. A cúpula quarta-feira na cidade jordaniana de Ácaba será olançamento cerimonial do "roteiro" para a paz no OrienteMédio. Um plano de três etapas para acabar com a violência eestabelecer um Estado palestino em 2005. Autoridades palestinas, israelenses e americanas se reuniramnos últimos dias a fim de discutir o texto de uma possíveldeclaração em que os dois lados reconheceriam o direito do outroa um Estado e segurança. As declarações, a serem divulgadas aofim da cúpula na Jordânia, é uma exigência do roteiro para apaz apoiado pelos EUA. A aceitação condicional de Israel na semana passada do roteiropara a paz - os palestinos já o haviam aceitado sem condições -e o rápido agendamento da cúpula criou esperança de que aescalada de violência que teve início em setembro de 2000 estejachegando ao fim. Entretanto, muito depende de os palestinosconterem os extremistas. Em Gaza, enquanto isso, soldados israelenses mataram a tirosum palestino que, segundo eles, atirou primeiro nas proximidadesdo cruzamento de Kissufim. Também em Gaza, um palestino de 17anos foi baleado e criticamente ferido por soldados israelenses.Moradores disseram que ele apenas cruzou na frente de um tanquede Israel na cidade de Beit Hanoun, onde soldados israelensesestão postados desde 15 de maio para evitar que militantesdisparem foguetes. O Exército de Israel não comentou oincidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.