Sharon é levado para unidade de cuidados intensivos

O ex-primeiro-ministro Ariel Sharon foi levado para uma unidade de cuidados intensivos devido a uma infecção que afetou o funcionamento de seu coração, informou a rádio pública Israelense. O estado de saúde do ex-dirigente se deteriorou nos últimos dias e os médicos da unidade de cuidados intensivos do hospital Shiba tentam controlar a infecção. Embora Sharon se encontre em condições estáveis, os médicos temem que, devido a sua idade avançada, Sharon tem 78 anos, outros órgãos vitais sejam afetados, mas, por enquanto, todos funcionam normalmente, exceto o coração. Fontes médicas do hospital citadas pelo jornal Yedioth Ahronoth afirmaram que a vida de Sharon está em risco. O ex-premier israelense já tinha sido transferido para uma unidade de cuidados intensivos em agosto devido ao mal funcionamento de seus rins e pulmões. Sharon permanece em coma desde 4 de janeiro de 2006, após sofrer um derrame cerebral.

Agencia Estado,

03 Novembro 2006 | 09h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.