Sharon é o "vilão do ano" para árabes

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, conseguiu ganhar uma eleição no mundo árabe: a do "pior homem do ano", em votação realizada pelo jornal saudita Okaz entre seus leitores. Sharon, acusado de ter provocado o levante palestino nos territórios autônomos, há 15 meses, foi seguido pelo presidente dos EUA, George Bush. Em terceiro ficou o saudita mais conhecido do mundo: o xeque terrorista Osama bin Laden, mentor dos atentados de 11 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.