Sharon e Putin debatem crise no Oriente Médio

O primeiro-ministro israelense Ariel Sharon viajou hoje para Moscou numa tentativa de obter apoio para a posição israelense sobre a crise no Oriente Médio e estreitar as relações bilaterais entre os dois países. Sharon se reunirá amanhã com o presidente russo, Vladimir Putin, e com o chanceler russo, Igor Ivanov. Durante sua viagem de quatro dias, o primeiro-ministro israelense também se reunirá com representantes das duas casas do Parlamento russo.Sharon pretende explicar "o ponto de vista de Israel sobre a necessidade de lutar contra o terror", segundo Raanan Gissin, da assessoria do primeiro-ministro. Sharon também debaterá suas preocupações sobre a disseminação de armas de destruição em massa. "Nós discutiremos sobre as ameaças futuras, que se tornarão um perigo efetivo dentro de três a cinco anos, se com essa disseminação as armas de destruição em massa chegarem ao Irã e ao Iraque", comentou com jornalistas antes de iniciar sua visita à Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.