Sharon em estado crítico mas sua vida não está em perigo

O primeiro ministro israelense, Ariel Sharon, está em estado "crítico, mas sua vida não está em perigo" após a operação cirúrgica intestinal de sábado, reiterou neste domingo um porta-voz do hospital Hadasah de Jerusalém. "O primeiro ministro está em estado crítico porém estável, sua vida não está em perigo após a operação" de sábado, informou Ron Krummer, porta-voz do centro médico onde Sharon, de 77 anos, está internado desde 4 de janeiro, em coma, após sofrer uma gravíssima hemorragia cerebral. No sábado, o professor Shlomo Mor Yossef, diretor do hospital Hadasah, explicou que na operação a que foi submetido o primeiro ministro foram retirados 50 centímetros do intestino grosso. "Em si mesma, a operação não teve nada de excepcional. É uma operação de rotina nos hospitais e não constatamos complicações. Mas é evidente que esta evolução não é um índice favorável para a saúde do primeiro ministro", acrescentou Yossef.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.