Sharon enviou seu filho para conversar com Arafat

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, um duro crítico de Yasser Arafat, enviou seu filho para falar com o líder palestino como parte de seus esforços para pôr um fim à violência na região.Segundo Raanan Gissin, porta-voz do premier, Omri Sharon e Arafat discutiram a possibilidade de renovar a cooperação em matéria de segurança entre israelenses e palestinos durante uma reunião no domingo em Ramallah, na Cisjordânia. O jovem Sharon também pediu para que os palestinos cessem seus ataques contra alvos israelenses.Enquanto a notícia do encontro era debatida em Israel, o procurador-geral do país, Elyakim Rubinstein, emitiu uma recomendação para que Sharon não envie mais seu filho em tais missões diplomáticas. Segundo Rubinstein, as leis israelenses proíbem parentes próximos de realizarem trabalhos de Estado.Ariel Sharon vem reiteradamente acusando Arafat de ser um terrorista. O premier tem dito que, por enquanto, não é o momento de reunir-se com Arafat devido aos últimos conflitos armados entre palestinos e israelenses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.