Sharon estuda entregar árabes israelenses aos palestinos

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, estuda a idéia de redesenhar a fronteira do país para transferir as cidades israelenses de população árabe para o lado palestino em troca da anexação de colônias judaicas na Cisjodânia, segundo antecipou ele ao diário local Maariv.Um alto funcionário do governo israelense frisou que tal medida, evidentemente, teria de ser parte de um acordo final de paz com Autoridade Nacional Palestina (ANP), que resultaria na formação de um Estado palestino e precisaria ser aceita pelos árabes israelenses - cerca de 20% dos 6,4 milhões de habitantes do país.Ahmed Tibi, um parlamentar árabe israelense, estava indignado. "Estamos falando sobre uma sugestão perigosa e antidemocrática que certamente resultará em divisão entre o Estado e seus cidadãos árabes", declarou. Ele destacou que os moradores das cidades árabes de Israel "não são peões com os quais Sharon pode jogar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.