Sharon exige que Abbas contenha violência

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, pediu que o premiê palestino, Mahmud Abbas, comece a conter os militantes violentos, atendendo ao plano de paz, chamado de ?roteiro?. "O primeiro-ministro pediu que seu colega palestino tome ações vigorosas para conter o terrorismo, e medidas concretas", informou o gabinete de Sharon em um comunicado, após o encontro de três horas entre os dois, em Jerusalém. Essas medidas incluiriam, segundo o comunicado, "o desmantelamento de organizações terroristas, a prisão de terroristas e o confisco de armas ilegais".Sharon também renovou sua oferta de retirar as tropas de Israel de partes da Faixa de Gaza e da Cisjordânia, onde as forças de segurança palestinas deverão assumir o controle e conter os militantes, indicou o comunicado. Os dois líderes concordaram com uma série de medidas destinadas a melhorar as condições de vida nos territórios ocupados e aumentar o nível de segurança dos israelenses. Também participaram do encontro os ministros palestinos de Segurança, Mohammed Dachlan, e de Relações Exteriores, Nabil Shaath.Shaath disse que os palestinos estarão prontos para assumir a segurança em áreas da Cisjordânia e Faixa de Gaza "depois de alcançar um acordo de cessar-fogo com o Hamas e outros grupos palestinos. Agora vamos fazer o melhor possível para alcançarmos esse acordo... e eu estou otimista". Duas semanas atrás, Sharon e Abbas haviam realizado uma reunião que terminou sem resultados concretos.O encontro de hoje visava abrir caminho para uma reunião dos dois premiês com o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, na semana que vem, na Jordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.