Sharon insinua que EUA apóiam arsenal atômico de Israel

O direito de Israel de possuir ?armas de dissuasão?, expressão que implica armas nucleares, conta com apoio dos Estados Unidos, disse o primeiro-ministro Ariel Sharon. Falando numa reunião de seu partido Tel-Aviv, Sharon afirmou que os EUA reconhecem que ?Israel enfrenta uma ameaça existencial, e deve ser capaz de se defender por si mesmo, preservando sua capacidade de dissuasão?.Sharon destacou que o Irã se encontra sob pressão americana para parar com seu programa nuclear, e que a Líbia deteve o desenvolvimento de armas atômicas, mas ?nós recebemos uma posição americana clara que diz, em outras palavras, que Israel não deve ser tocado no que se trata de capacidade de dissuasão?.Israel nunca admitiu que possui um arsenal nuclear, mantendo uma política de ambigüidade, mas especialistas acreditam que o país tem dezenas ou talvez centenas de bombas atômicas. Críticos da política americana questionam a pressão exercida pelos EUA contra Iraque, Irã, Líbia e Coréia do Norte para que abandonem seus programas nucleares e a complacência demonstrada para com Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.