Sharon passa por cirurgia craniana nesta terça-feira

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, internado há três meses no Hospital Universitário Hadassah, após sofrer um forte derrame, vai passar na tarde desta terça-feira por uma cirurgia na tentativa da equipe médica de restaurar parte de sua caixa craniana. Parte do osso craniano de Sharon, informaram fontes médicas, foi extraída para que os cirurgiões pudessem operar dentro de seu cérebro, para deter uma hemorragia e reduzir a pressão craniana, que poderia ter sido mortal. A operação desta terça, informa o jornal "Ha´aretz", tem como objetivo preparar Sharon, de 78 anos, para ser enviado a um centro médico especializado no tratamento de doentes crônicos, possivelmente o Hospital Loewenstein de Reabilitação situado na cidade de Raanana. Outro centro similar é o Centro Médico Sheba de Tel Hashomer, embora não se descarte uma terceira possibilidade, a de alojá-lo em sua fazenda de Sicomoros, no deserto de Neguev, sul de Israel, onde residem seus dois filhos. A última intervenção a que foi submetido consistiu na extração de um terço de seu intestino grosso devido a uma gangrena. Na próxima sexta-feira, completarão cem dias desde que Sharon deixou suas funções de primeiro-ministro, cargo assumido por seu vice, Ehud Olmert.

Agencia Estado,

04 Abril 2006 | 03h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.