Sharon rejeita plebiscito sobre retirada de Gaza

O primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, rejeitou hoje o pedido de colonos da Faixa de Gaza para realizar um referendo nacional sobre seu plano de retirar os 21 assentamentos judaicos do território no ano que vem. O plano prevê também a retirada de quatro assentamentos da Cisjordânia. Também hoje, o ministro da Defesa, Shaul Mofaz, informou que Israel alcançou seus objetivos mais importantes na recente ofensiva na Faixa de Gaza. Mais de cem palestinos morreram durante a operação israelense na região.

Agencia Estado,

17 Outubro 2004 | 20h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.