Sharon será transferido para um hospital de Tel Aviv

O ex-primeiro-ministro israelense Ariel Sharon, em estado de coma desde que sofreu uma apoplexia em janeiro, será transferido para uma nova clínica na próxima semana. A informação foi expedida em nota pelo centro médico de Tel-Aviv em que ele passará a ser atendido.A nota indica que Sharon será trasladado do Hospital Hadassah ao Centro Médico Sheba do Hospital Tel Hashomer, nas redondezas de Tel-Aviv. Por várias semanas, especialistas do Tel Hashomer se reuniram com os médicos de Sharon para discutirem o traslado do ex-premier, que está com 78 anos.Sharon foi internado depois de ter sofrido um forte derrame em 4 de janeiro. Desde então, o líder israelense foi operado várias vezes, mas não recuperou a consciência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.