Shimon Peres: revoltas árabes podem ser positivas

O presidente de Israel, Shimon Peres, manifestou hoje sua esperança em que as revoltas populares no Oriente Médio sejam capazes de melhorar as relações entre seu país e seus vizinhos árabes, caso estes se tornem "mais prósperos e democráticos".

AE, Agência Estado

28 de março de 2011 | 17h22

Na avaliação do chefe de Estado israelense, eventuais mudanças de governo precisariam ser acompanhadas de mais liberdade e desenvolvimento econômico. Peres considera que a pobreza e a opressão na região alimentam o ressentimento dos árabes em relação a Israel.

"Nossa esperança é de que teremos vizinhos melhores à medida que a situação de nossos vizinhos melhorar", declarou Peres a jornalistas em Genebra, depois de uma reunião com a presidente da Suíça, Micheline Calmy-Rey. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.