Shin Bet revela complô para matar Olmert

Militantes palestinos planejaram assassinar o premiê israelense, Ehud Olmert, revelou ontem o chefe do serviço de segurança (Shin Bet), Yuval Diskin. Segundo ele, três militantes pretendiam emboscar o comboio de Olmert durante sua viagem à Cisjordânia em agosto. Os militantes foram presos pelas forças de segurança palestinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.