Siamesas são separadas com sucesso na Espanha

Uma equipe médica formada por 50especialistas trabalhou durante 12 horas para separar duasgêmeas siamesas de 21 meses unidas pela parte inferior dascostas, informou hoje o neurocirurgião espanhol Juan Tovar.Fátima e Amina Aguní, nascidas no Marrocos, foram separadas comsucesso ontem na clínica La Paz, em Madri. Depois da operaçãoprincipal, as duas irmãs se submeteram a mais uma cirurgia dereconstituição das genitais e do sistema urinário. De acordo comTovar, a operação não representou muito risco porque as siamesasnão dividiam nenhum órgão vital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.