Siamesas sul-coreanas são separadas em Cingapura

As irmãs siamesas sul-coreanas, de quatro meses de vida, Sa Rang e Ji Hye, ligadas pela coluna vertebral, foram separadas na manhã desta terça-feira em Cingapura. Segundo o porta-voz do Hospital Raffles, Prem Kumar Nair, a operação foi um sucesso. Raffles afirmou que a cirurgia, prevista para durar cerca de 10 horas, ainda está em curso, mas que a separação já aconteceu e o estado de saúde das irmãs é estável. Dr. Keith Goh, que há poucas semanas tentou sem êxito separar as irmãs siamesas iranianas ligadas pela cabaça, comandou a operação desta terça-feira que reuniu dez cirurgiões. A equipe médica estimou em 85% as chances das irmãs sul-coreanas sobreviverem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.