Siameses egípcios são separados com sucesso

Após 26 horas de cirurgia, os gêmeos siameses egípcios Ahmed e Mohamed Ibrahim, que nasceram unidos pela cabeça, foram finalmente separados. Na avaliação dos médicos, a operação foi realizada com sucesso. Neurocirugiões de um hospital infantil em Dallas passaram a noite separando intrincadas conexões de vasos cerebrais dos bebês, que têm dois anos. Esta é a parte mais complicada da operação. Agora, os médicos trabalham na reconstituição dos crânios, o que pode levar mais seis horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.