Sigilo cerca reunião entre Pastrana e guerrilha

O local da terceira reunião entre o presidente da Colômbia, Andrés Pastrana, e o mais antigo líder guerrilheiro do país, Manuel Marulanda, é um "segredo de Estado" que não será revelado por segurança, disseram hoje fontes da Casa de Nariño, a sede do governo. Marulanda, que vive na selva há quase 40 anos, é o fundador das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), e se reunirá com Pastrana em 8 de fevereiro para tentar restabelecer o processo de paz, congelado em 14 de novembro. Fontes do governo disseram que a reunião possivelmente se realizará em algum ponto dos 42.000 km2 da zona de distensão controlada pelas FARC, mas que "não há mais detalhes". Além do presidente e de Marulanda, apenas o Comissário da Paz "saberá o lugar exato" do encontro.Enquanto isso, a violência prosseguiu no final de semana com a explosão de duas bombas em povoados próximos à fronteira venezuelana, causando a morte de uma pessoa e ferindo dois menores, segundo autoridades locais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.