Silvio Berlusconi deve apresentar hoje sua renúncia

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, vai presidir hoje o seu último conselho de ministros e depois vai ao palácio do Quirinale para pôr seu cargo à disposição do presidente, Carlo Azeglio Ciampi, reconhecendo a derrota nas eleições gerais.A renúncia de Berlusconi é o primeiro passo para a formação do novo governo sob a liderança de Romano Prodi, que venceu as eleições de 9 e 10 de abril à frente da coalizão de centro-esquerda A União. A reunião do conselho de ministros deve começar às 12h30 (7h30 de Brasília). Em seguida, "Il Cavaliere" vai apresentar sua renúncia ao presidente da República.Enquanto isso, no Parlamento, os grupos parlamentares deverão ser formados hoje. Amanhã, quarta-feira, serão eleitos os seus presidentes. Em seguida, Ciampi deverá abrir as consultas para a formação do novo governo. A imprensa italiana prevê que no fim desta semana o gabinete tome posse.No entanto, a mudança pode demorar bem mais. O mandato do presidente vai até 18 de maio. Portanto, ele pode decidir que o seu sucessor é quem deve iniciar o processo. Romano Prodi continua as negociações com os membros de sua coalizão para definir o governo. Ele disse que seu dever é "estar preparado" para quando o presidente lhe der o encargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.