Simpatizante pede apoio para o príncipe Charles

Seguindo-se à reportagem que revelou que a princesa Diana acreditava que o príncipe Charles estava planejando seu assassinato, uma alta autoridade do governo britânico pediu aos ingleses que apoiem o herdeiro do trono.?Ele tem sido muito correto e as pessoas deviam estar totalmente a seu lado?, disse o secretário da Saúde, John Reid, em uma entrevista à agência de notícia Press Association hoje. ?Devíamos apoiá-lo e livrar suas costas.?De acordo com A ediçã do jornal Daily Mirror de terça-feira, Diana escreveu uma carta a seu mordomo Paul Burrell, em outubro de 1996, dizendo que ?meu marido está planejando um acidente em meu carro, algo com os breques e sérios ferimentos na cabeça, a fim de deixar o caminho livre para casar-se?. O divórcio dos dois foi finalizado uns poucos meses antes de a carta ser escrita. Nessa época, a relação de Charles com a namorada de adolescência, Camilla Parker Bowles, era bem conhecida.Na abertura formal do inquérito sobre a morte de Diana, Quarta-feira, o legista disse que tinha pedido à polícia que investigasse rumores de que o desastre de carro que matou Diana e seu namorado, Dodi Fayedi, em 1977 não fora um acidente.Novas reportagens sugerem que a polícia vai tentar interrogar Charles. Não houve nenhum comentário sobre o assunto da Clarence House, residência oficial do príncipe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.