Simulação de terremoto mobiliza 240.000 no Chile

Mais de 240.000 agentes de resgate participaram nesta sexta-feira de uma simulação de resposta a um terremoto seguido de tsunami no norte do Chile. Trata-se da maior simulação desse tipo de catástrofe já realizada no país sul-americano.

Agência Estado

19 de agosto de 2011 | 21h43

A simulação realizada hoje durou mais de uma hora e envolveu a polícia e organizações voluntárias. Especialistas japoneses acompanharam a mobilização para dar consultoria.

O treinamento é parte de um esforço do governo local para evitar a repetição da tragédia que se seguiu a terremoto de 8,8 graus que atingiu a região centro-sul do Chile em fevereiro de 2010. O terremoto seguido de tsunami deixou 524 mortos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chileterremototreinamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.