Sinagoga de Bruxelas sofre atentado

Coquetéis molotov, jogados através das janelas de uma sinagoga de Bruxelas, causaram um pequeno incêndio no local, mas ninguém ficou ferido. O ataque, ocorrido no distrito de Anderlecht - uma área com grande população árabe - foi declarado como um "incêndio culposo". A polícia ainda não apontou nenhum suspeito pelo crime. "Sob nenhuma circunstância a situação no Oriente Médio pode ser usada como pretexto para atos de violência e de intolerância contra uma comunidade que sempre esteve integrada em nosso país", afirmou o chanceler belga, Louis Michel, através de um comunicado. Segundo fontes do governo, a segurança foi reforçada em bairros judeus de Bruxelas e Antuérpia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.