Sindicatos gregos programam greve para 18 de outubro

Os maiores sindicatos dos setores público e privado da Grécia convocaram uma greve geral de 24 horas para 18 de outubro, coincidindo com uma importante reunião de líderes da União Europeia (UE). Os sindicatos esperam que a greve represente uma forte mensagem contra a nova onda de medidas de austeridade planejada pelo governo em troca do recebimento de recursos dos credores internacionais.

AE, Agência Estado

10 de outubro de 2012 | 12h34

"Nós decidimos convocar uma greve nacional geral de 24 horas em 18 de outubro", declarou Ilias Iliopoulos, secretário-geral do sindicato Adedy, que reúne funcionários do setor público. "Exigimos a derrubada dessas políticas. Não temos qualquer respeito pelas iniciativas que eles estão tomando. Eles estão levando miséria ao nosso povo, que está sendo aniquilado pelo pacto social e pelas medidas de austeridade."

O GSEE, o maior sindicato do setor privado grego, informou que também planeja uma greve nacional de 24 horas em 18 de outubro, embora nenhum representante da agremiação tenha comentado o fato.

Iliopoulos acrescentou que seu sindicato pretende tomar medidas adicionais no dia em que novos cortes de gastos serão votados no Parlamento. "No dia da votação, vamos pedir a todos que estejam lá (no Parlamento) e pretendemos convocar outra greve de 24 horas", disse ele.

Uma delegação da chamada Troica - grupo formado pela Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) - retomou as negociações com autoridades do Ministério de Finanças nesta quarta-feira, numa tentativa de chegar a um acordo sobre 13,5 bilhões de euros em cortes orçamentários, medidas fiscais e de uma série de reformas estruturais que a Grécia deve concluir e o Legislativo deve aprovar no Parlamento, antes de o país receber a próxima parcela de ajuda, de 31,5 bilhões de euros.

A Grécia declarou que, sem a próxima parcela da dívida, o país vai ficar sem dinheiro no final de novembro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciagreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.