Sindicatos organizam protesto nacional contra Sarkozy

Seis importantes sindicatos franceses convocaram um protesto nacional para o dia 7 de outubro contra as políticas trabalhistas do presidente Nicolas Sarkozy. Os sindicatos CFDT, CGC, CGT, FSU, Solidaires e UNSA colocaram de lado suas diferenças e concordaram, hoje, com uma nova rodada de protestos contra a forma como Sarkozy está lidando com a recessão. Em comunicado, os sindicatos pediram aos trabalhadores que "participem maciçamente" dos protestos, mas não disseram se greves fazem parte dos planos.

AE-AP, Agencia Estado

08 de setembro de 2009 | 17h29

Segundo o comunicado, "não importa o que os oráculos digam sobre o fim da crise. Os danos econômicos e sociais estão piorando". Os sindicatos estão irritados com os planos de Sarkozy de alterar o sistema de pensões e de aprovar a abertura de mais lojas aos domingos, dentre outras medidas propostas. O protesto, marcado em junho, foi em grande parte um fracasso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.