SIP alerta para 'censura judicial' na Venezuela

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP, na sigla em espanhol) afirmou ontem que o Judiciário venezuelano auxilia o governo a impor uma censura no país. A entidade se pronunciou sobre uma decisão tomada por uma corte da Venezuela que rejeitou, no dia 4, solicitação de informações - feita pela ONG Espacio Público ao governo - sobre bloqueios de serviços de internet ocorridos no Estado de Táchira durante protestos de fevereiro. O presidente da Comissão de Liberdade de Imprensa e Informação da SIP, Claudio Paolillo, disse que a decisão mostra que o Judiciário está "mais preocupado em defender o governo" do que com os direitos dos cidadãos. / AP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.