Síria aceita plano de Annan para encerrar violência

O presidente da Síria, Bashar Assad, concordou com o plano de paz apresentado pelo enviado especial Kofi Annan para encerrar a crise na Síria e prometeu que não poupará esforços para torná-lo um sucesso, informou nesta quinta-feira a agência estatal de notícias Sana.

AE, Agência Estado

29 Março 2012 | 12h44

"O presidente Assad...informou Annan que a Síria aprova do plano apresentado e fez declarações a respeito", informou a Sana sem dar maiores detalhes.

A agência disse também que Assad destacou que não vai "poupar esforços" para fazer com que o plano funcione. Segundo a Sana, as declarações de Assad foram feitas em mensagem aos líderes das potências emergentes, que se reúnem nesta quinta-feira em Nova Délhi. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Síria Assad Plano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.