Síria: combates matam 21 rebeldes e nove civis

Intensos combates na contestada província de Alepo, no norte da Síria, mataram pelo menos 21 rebeldes nesta segunda-feira. Enquanto isso, foguetes atingiram um bairro em poder do governo na capital da província, matando nove pessoas.

AE, Agência Estado

05 Maio 2014 | 14h13

Os confrontos, que começaram na madrugada de domingo e continuaram na segunda-feira, também deixaram pelo menos 30 soldados mortos ou feridos, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, grupo rebelde com sede no Reino Unido. Mas o governo sírio não confirma publicamente baixas de integrantes das forças de segurança no conflito.

Os embates na província, entre tropas leais a Assad e vários grupos rebeldes, se concentraram em duas aldeias controladas pelos insurgentes, segundo o observatório. Na cidade de Alepo, as forças do governo têm atacado repetidamente distritos controlados pela oposição com aviões e artilharia.

Na cidade de Alepo, foguetes atingiram o bairro residencial de Ashrafiyeh durante a noite, matando nove pessoas e ferindo várias pessoas, a maioria mulheres e crianças, de acordo com a agência de notícias estatal Sana. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Síria combates alepo rebeldes tropas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.