Síria continua recebendo armas da Rússia

A Rússia, um dos últimos apoiadores do regime sírio, continua a fornecer armas à Damasco sob os contratos assinados já muito tempo, afirmou o vice-primeiro-ministro da Síria, Qadri Jamil. "A Síria recebeu sempre e está recebendo atualmente (armas da Rússia). Nós temos acordos assinados antes do conflito e a Rússia está cumprindo suas obrigações", disse Jamil.

AE, Agência Estado

26 de janeiro de 2013 | 17h25

Ele não especificou os tipos de armas, somente que havia uma variedade, e afirmou que elas eram necessárias "para a defesa da soberania do país". "A ameaça de agressão de Israel ainda existe, nós precisamos manter o equilíbrio" das forças na região, ressaltou.

Jamil acrescentou que a Síria também estava produzindo armas pequenas por conta própria, incluindo rifles Kalashnikov. "Os depósitos de armas automáticas estão cheios, nós não precisamos comprar nenhuma. A indústria militar da Síria pode fabricar por conta própria armas necessárias para atividades diárias do Exército", disse.

A Síria interromperá a compra de armas da Rússia, se os EUA pararem de fornecer armas à Israel, afirmou o vice-primeiro-ministro.

No fim do ano passado, o ministros das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse que as armas fornecidas à Síria faziam parte da estrutura de acordos assinados durante a era soviética.

A Síria enfrenta uma guerra civil sangrenta que começou com uma revolta em março de 2011. Mais de 60 mil pessoas já morreram no conflito, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaRússiaarmas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.