Reuters
Reuters

Síria diz a Kofi Annan que cessará confrontos com rebeldes nesta quinta

Enviado especial da ONU recebeu uma carta do Ministério das Relações Exteriores informando a decisão de 'interromper todos combates'

11 de abril de 2012 | 12h33

GENEBRA - O governo da Síria comunicou por carta a Kofi Annan que cessará suas atividades militares em todo o território nacional às 6h locais (0h de Brasília), desta quinta-feira, 12, informou o porta-voz do enviado especial da ONU à Síria, Ahmad Fawzi.

Veja também:

linkPossível fracasso na missão de Annan põe ONU em alerta

linkESPECIAL: Primavera Árabe

Ele indicou que o enviado especial da ONU recebeu uma carta do Ministério das Relações Exteriores sírio informando da decisão do Governo de "interromper todos os combates militares no território sírio a partir das 6h de Damasco desta quinta-feira 12 de abril de 2012".

Conforme Fawzi, na carta, o Governo sírio acrescenta que se reserva ao direito de responder de maneira proporcional a qualquer ataque executado pelos grupos armados terroristas contra os civis, forças do Governo e propriedade pública e privada.

O porta-voz afirmou em comunicado que o enviado especial "seguirá trabalhando com o Governo sírio e a oposição para garantir a aplicação integral do plano (de mediação) de seis pontos" proposto por Annan para tentar encontrar uma solução pacífica ao conflito que castiga a Síria desde março de 2011.

Fawzi ressaltou que isto inclui "o pleno cumprimento" do ponto 2 do plano, o que faz referência ao fim da violência por todas as partes sob a supervisão das Nações Unidas e a retirada das tropas e a artilharia pesada das cidades, o que ainda não aconteceu.

O porta-voz acrescentou que "o enviado especial espera seguir tendo o respaldo contínuo dos países relevantes" na solução do conflito armado na Síria.

Annan visitou nesta quarta-feira o Irã, país-chave dada a influência que tem nos assuntos internos da Síria e posteriormente voltará a Genebra, onde nesta quinta-feira o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, convocou uma entrevista coletiva para o período da tarde.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.