Síria diz que falas de Kerry ameaçam conversas de paz

O Ministério das Relações Exteriores da Síria condenou neste domingo as declarações sobre o país do secretário de Estado americano, John Kerry, alegando que elas ameaçam as conversas de paz. No comunicado, o ministério disse que os comentários de Kerry "ameaçam levar ao fracasso a conferência de Genebra, são uma flagrante violação dos assuntos sírios e uma agressão contra o direito dos cidadãos do país de decidir seu próprio futuro".

AE, Agência Estado

03 de novembro de 2013 | 12h57

Kerry, que está pressionando por uma conferência de paz em Genebra, afirmou neste domingo no Cairo que Washington e seus aliados podem divergir sobre as "táticas" para encerrar o conflito na Síria, mas compartilhavam o objetivo de uma transferência de poder. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
SíriaKerrypaz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.