Síria diz que resistência garante direitos dos iraquianos

O presidente da Síria, Bashar Assad, deu crédito à resistência no Iraque por forçar a ocupação do país a dar um mínimo de direitos ao povo iraquiano, informa a IRNA, agência de notícias oficial do Irã. Assad encontra-se em visita ao Irã, onde se reuniu com o presidente Mohammad Khatami, o líder supremo aiatolá Ali Khamenei e o ex-presidente Hashemi Rafsanjani.Irã e Síria, países vizinhos e em atrito com os EUA, disseram que a soberania do Iraque só estará garantida quando as forças da coalizão tiverem se retirado. Assad disse que a evolução da situação iraquiana é ?a questão mais importante? para a Síria e demais países vizinhos.?Sem a resistência do povo iraquiano, os ocupantes nunca teriam reconhecido o mínimo de direitos do povo do país?, teria dito Assad. O ex-presidente Rafsanjani, ainda uma figura importante no cenário iraniano, disse que Irã, Síria e Turquia coordenarão esforços para evitar a desintegração do Iraque. O combate às ?conspirações? articuladas em ?Washington e Tel-Aviv? contra o Iraque exigem ?cooperação estratégica? dos países da região, Rafsanjani teria dito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.