Síria envia à ONU adesão a pacto sobre armas químicas

A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou nesta quinta-feira que recebeu documentos do governo da Síria para a adesão do país à convenção internacional contra o uso de armas químicas.

AE, Agência Estado

12 Setembro 2013 | 14h26

"Nas últimas horas nós recebemos um documento do governo da Síria que está sendo traduzido", disse o porta-voz Farhan Haq. Segundo ele, trata-se de um "documento de adesão" a um tratado sobre armas químicas.

Na segunda-feira, a Rússia defendeu um plano para que o governo de Bashar Assad entregue suas armas químicas para serem destruídas pela comunidade internacional. Após décadas negando que possuísse tais armas, Assad reconheceu que seu governo detém esse tipo de armamento e disse que vai parar de produzi-lo.

Nas últimas semanas o presidente dos EUA, Barack Obama, vinha ameaçando atacar a Síria, em retaliação contra o suposto uso de armas químicas pelo governo no subúrbio de Damasco em agosto, que teria deixado mais de 1,4 mil mortos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
ONUSíriaarmas químicas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.