Síria exige relatório completo sobre o Iraque

A Síria afirmou que irá boicotar as discussões na Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a declaração de armas do Iraque, informa a Sky News. O boicote será um protesto contra o recebimento de uma versão censurada do relatório iraquiano. A Síria diz que quer ter acesso à versão de 12.000 páginas que os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU receberam. A Síria diz ter recebido uma versão de 3.500 páginas. A Síria é um dos dez membros não-permanentes do Conselho de Segurança da ONU. Os membros não-permanentes são eleitos a cada dois anos. Os membros permanentes do conselho são China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.