Síria: Explosão de carro-bomba mata 15 em Damasco

Um militante suicida detonou um carro-bomba em uma área movimentada de Damasco nesta segunda-feira, provocando a morte de pelo menos 15 pessoas, informa a mídia local.

AE, Agência Estado

08 de abril de 2013 | 12h49

O atentado ocorreu na movimentada região central de Damasco, nas proximidades da praça Sabaa Bahrat, uma das maiores rotatórias da capital e onde está localizada a sede do banco central da Síria.

Segundo a emissora estatal de televisão, além das 15 pessoas mortas, 53 ficaram feridas.

O ataque ocorreu praticamente ao mesmo tempo em que o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, anunciava que os inspetores da entidade estavam em prontidão para embarcar para a Síria para investigar denúncias de uso de armas químicas. Eles aguardavam apenas a autorização formal do governo do presidente Bashar Assad.

A explosão foi seguida por uma enorme nuvem de fumaça e, segundo um correspondente da agência France Presse, foi seguida por um intenso tiroteio.

"Terroristas detonaram um carro-bomba perto da praça Sabaa Bahrat e da rua Shahbander", informou a televisão local. Segundo o correspondente da AFP houve grandes danos provocados pela explosão. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAVIOLÊNCIAATUALIZA 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.