Síria: governo confirma assassinato de general em Hama

O governo da Síria confirmou na noite desta quinta-feira, através da agência estatal de notícias Sana, que o general de brigada Abdel Mustafá foi morto em Hama, mas atribuiu a morte do militar não a desertores, como informaram os grupos da oposição, e sim a um atentado terrorista que destruiu a tiros o automóvel do general.

ANDRÉ LACHINI (AE), Agência Estado

19 de janeiro de 2012 | 21h32

"Um general de brigada e dois membros das forças de segurança foram martirizados nesta quinta-feira pelo fogo de grupos terroristas no bairro de Jarajmeh em Hama", diz o texto da Sana. A agência exibiu imagens dos corpos destroçados das vítimas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.