Síria: militantes do Estado Islâmico invadem campo de refugiados palestinos

Militantes do Estado Islâmico enfrentaram nesta sexta-feira grupos armados dentro de um campo de refugiados palestinos em Damasco, capital da Síria, e fizeram novos avanços na região, informaram autoridades e ativistas.

AE, Estadão Conteúdo

03 de abril de 2015 | 17h17

Os militantes invadiram o acampamento de Yarmouk na quarta-feira, marcando a incursão mais profunda do grupo terrorista em Damasco. Eles foram expulsos pelos grupos armados na quinta-feira, mas na sexta-feira retomaram os ataques e avançaram pelo local.

Khaled Abdul-Majid, um político palestino de esquerda, informou que o EI já tem controle de metade do território do campo. O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, ONG com sede em Londres, também relatou novos avanços do grupo terrorista no local.

Abdul-Majid e Anwar Raja, um alto funcionário palestino, disseram que os militantes estão lutando uma facção palestina chamada Aknaf Beit al-Maqdis.

No sul da Síria, outros grupos militantes capturaram pelo menos oito caminhoneiros libaneses perto de um posto de fronteira com a Jordânia, de acordo com a Agência Nacional de Notícias do Estado do Líbano e um ativista na província síria de Daraa.

"Os militantes confiscaram também todos os bens que estavam nos caminhões", afirmou o ativista, que pediu para não ser identificado, via Skype. Segundo ele, suspeita-se que a Frente Nusra, que tem um acordo de não-agressão com o EI, tenha sido responsável pelo sequestro dos motoristas.

O Observatório Sírio disse que agora a Frente Nusra agora controla os postos de fronteira de Nasib, uma via importante das exportações sírias.

Um fechamento prolongado poderia aumentar a crise sobre uma economia devastada por quatro anos de guerra civil. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.