Síria não representa solução do conflito no Oriente Médio, diz Peres

O vice-primeiro-ministro israelense, Shimon Peres, disse neste domingo que a Síria continua sendo parte do problema do conflito no Oriente Médio, e não uma solução."A Síria abriga até agora vários terroristas e, portanto, acho que é parte do problema, e não de uma solução", disse o vice-primeiro-ministro. Peres respondeu assim às declarações feitas neste domingo em Damasco pelo ministro de Exteriores espanhol, Miguel Ángel Moratinos, afirmando que a "Síria é parte da solução, e não do problema" do conflito no Oriente Médio. Segundo Moratinos, a "Síria quer estar envolvida na promoção da paz na região".Mas Peres disse que, enquanto Damasco continuar dando abrigo a dirigentes de organizações terroristas palestinas como o Hamas e a Jihad Islâmica, "continuará sendo um problema" com o qual Israel e a comunidade internacional devem lidar para resolver o conflito do Oriente Médio.Apesar disso, Peres elogiou o papel que a Espanha desempenha no processo de paz árabe-israelense, e citou como exemplos a Conferência de Paz de Madri de 1991 e a Conferência Euro-mediterrânea de Barcelona iniciada em 1995.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.