Síria pede ´sério´ diálogo ao Departamento de Estado dos EUA

Aproveitando uma visita de uma autoridade do Departamento de Estado americano à Damasco nesta segunda-feira, 12, o governo da Síria disse que gostaria de estabelecer um diálogo "sério" com Washington sobre todas questões tocantes ao Oriente Médio.Fayssal Mekdad, ministro do Exterior, disse a repórteres após reunião de uma hora com Ellen Sauerbrey, secretária-assistente de Estado americana para população, refugiados e migração, que não haverá solução permanente pra nenhum dos problemas da região sem diálogo e cooperação."Todos os problemas no mundo árabe estão ligados uns aos outros e é necessário ter um diálogo compreensivo em todos estes tópicos", disse Mekdad. Sauerbrey recusou-se a fazer qualquer comentário.Ela chegou à capital síria no domingo a noite, em uma das paradas de sua turnê regional para discussão das crises do Iraque. Mas o porta-voz do Departamento de Estado, Sean McCormack, afirmou que a viagem não era uma "missão bilateral" e que ela estava acompanhado a Comissão para Refugiados da ONU em missão humanitária.Mekdad disse que discutiu com Sauerbrey a situação dos refugiados iraquianos na Síria, que de acordo com estatísticas não-oficiais, somam um milhão e meio de pessoas.A visita de Sauerbrey vem dias depois da conferência internacional sediada em Bagdá no final de semana e reuniu Síria, Irã e EUA para discutir a segurança no Iraque.A Síria freqüentemente chamou os EUA para dialogar, mas George W. Bush rejeitou qualquer conversa com autoridades da Síria e do Irã, acusando ambos de facilitar infiltrações de guerrilheiros no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.