Síria propôs acordos secretos com Israel, diz Liel

A Síria está muito interessada em um fechar um acordo de paz com Israel e, durante os últimos ataques do Líbano, chegou a propor um encontro secreto com líderes israelenses na Europa, disse um diplomata de Israel já aposentado nesta quinta-feira.No entanto, os líderes de Israel não assumiram a existência de um diálogo com a Síria, logo após a divulgação de que o chefe de gabinete israelense, Alon Liel, manteve contato com um sírio."Nossa declaração é de que está clara a vontade do presidente sírio, Bashar Assad, de dialogar", disse LielNesta quinta-feira, o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, desmentiu as conversas. "Não sabia de nada. Ninguém do nosso governo está envolvido nesta questão. Foi uma iniciativa individual", disse Olmert.Já funcionários ligados ao governo sírio disseram que as informações "não tinham fundamento".Segundo Liel, os participantes do diálogo escreveram em junho de 2006 um documento para resolver parte das questões que envolviam o parque Golan Heights, capturado por Israel em 1967. Mais tarde, o parque seria comandado pelos sírios, mas os israelenses teriam liberdade de circular no local.Embora Liel tenha confirmado as reuniões com representantes sírios, ele diz ter deixado claro que não representava o governo de Israel, mas apenas um cidadão israelense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.