Síria rejeita acusação de Powell sobre cooperação

O ministro de relações internacionais da Síria rejeitou hoje a acusação de que o país não coopera como deveria com o combate ao terror, feita ontem pelo secretário de estado dos EUA, Colin Powell. Farouk al-Sharaa disse que a Síria está disposta a contribuir com o esforço anti-terrorismo dentro de limites ?razoáveis?. ?Eu pergunto: quem está cooperando com a América como a América quer? A América tem muitas demandas. Se elas forem razoáveis e realistas, a Síria está pronta para cooperar?, disse al-Sharaa. Sua entrevista aconteceu horas antes de o Congresso dos EUA agendar debates sobre uma lei contra a Síria, que prevê sanções caso o país não retire sua tropas do Líbano e pare de dar apoio ao grupo armado Hezbollah. ?Esta não é a primeira vez que o congresso americano faz uma acusação injusta à Síria?, disse o ministro. Ontem, Colin Powell disse que a Síria não estava cooperando o suficiente com as demandas americanas e advertiu o país com as possíveis sanções políticas e econômicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.