Síria suspendeu negociações com Israel, diz funcionário

Um funcionário do governo sírio afirmou que o país suspendeu as negociações indiretas de paz com Israel. Damasco tomou a decisão por causa dos ataques israelenses à Faixa de Gaza, segundo a fonte, que falou sob condição de anonimato. "A agressão de Israel fecha todas as portas", afirmou o funcionário, referindo-se à chance de uma acordo na região. A ofensiva iniciada ontem já matou mais de 280 pessoas em Gaza.A Síria e Israel mantiveram quatro rodadas de negociações indiretas, mediadas pela Turquia, desde que as conversas de paz foram lançadas em maio. As conversas já estavam suspensas desde que o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, anunciou que deixaria o cargo. Olmert foi pressionado a renunciar, sob várias suspeitas de corrupção.Na segunda-feira, o presidente sírio, Bashar Assad, disse acreditar que as negociações diretas eram possíveis entre seu país e Israel. Assad apontou que as negociações indiretas eram insuficientes para garantir um acordo de paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.