Thaer Abdallah/Reuters
Thaer Abdallah/Reuters

Síria tem mês mais sangrento de guerra civil

De acordo com Observatório Sírio para os Direitos Humanos, 6.005 pessoas morreram

AE, Agência Estado

01 de abril de 2013 | 14h05

DAMASCO - Mais de 6 mil pessoas foram mortas na guerra civil síria em março, no mês mais sangrento do conflito, iniciado há dois anos, segundo números do Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

De acordo com o grupo, 6.005 pessoas morreram. O número inclui 298 crianças, 291 mulheres, 1.486 combatentes rebeldes e 1.464 soldados do governo. Os demais seriam civis e combatentes não identificados.

Localizado em Londres, o Observatório Sírio para os Direitos Humanos é contrário ao governo do presidente Bashar Assad e documenta dados sobre a violência na Síria com base em uma rede de contatos espalhada pelo país.

Os dados mais recentes da ONU indicam que mais de 70 mil pessoas morreram em pouco mais de dois anos de revolta na Síria.

As informações são da Associated Press

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.